quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Retrospectiva 2012: Paula Pimenta – Palestra Show no Colégio Social
















Paula Pimenta – Palestra Show no Colégio Social
(12-11-2012)


Para quem realmente viveu a ansiedade, correria e magia do dia 12-11-2012, mal pode acreditar que já fazem 3 meses que a autora Paula Pimenta veio à terras jequieense.  E como na época a minha própria correria não me deixou relatar aqui esse notável momento, nada mais justo e imprescindível que ele faça parte da sessão retrospectiva, encerrando os melhores momentos de 2012.




Imagine então, um anseio nosso sair das fofas páginas de seus livros escritos e achar-se tão perto de nós, distribuindo sorrisos e afirmando a cada sentença que uma luta valeu a pena? 


Foi exatamente assim a presença da autora mineira Paula Pimenta. Materializada de um mundo inicialmente improvável, mas a cada dia alimentado por suas obras, sonhado pela sua importância.



A ideia inicial foi lançada pela professora de língua portuguesa, Lissandra Dias, que desde que optou por seguir a carreira em letras, intencionava trabalhar com formação de leitores. Quando conheceu o trabalho da Paula Pimenta, ela viu naquela sintonia como conquistar seus alunos para o gosto da leitura e então começou a trabalhar “ Fazendo Meu Filme ” na sétima série. A medida que os trabalhos eram realizados, o desejo por concretizar todos os aprendizados, sonhos e fantasias aprendidas naquela leitura, tornaram-se cada vez maior. E por que não culminar a relação com a grande construtora das páginas lidas? Não foi fácil. Houve momentos em que se pensou em desistir, mas batalhando a cada oportunidade e com a parceria da rede Pitágoras, chegou-se a realização não só de uma mentora que acreditou em seus sonhos, como também de jovens leitores que começaram a descobrir o encanto das palavras.


Os preparativos para a visita da escritora mineira avançaram a todo vapor. A organizadora impulsionou e os fãs do colégio se mobilizaram. Cartazes, vídeos e apresentações foram preparados. 






E a grande realização do dia 12 não ficou restrita apenas aos portões do Colégio Social de Jequié. Com uma divulgação direcionada aos verdadeiros fãs da Paula, o dia ganhou visitas de fãs da região.






Programado para começar às 10 horas da manhã, a Paula chegou momentos antes para iniciar uma gostosa sessão de autógrafos e fotos.  Alunos da 5ª série ao 3ª ano levaram seus volumes de Fazendo Meu Filme 1, 2, 3 e 4, também Minha Vida Fora de Série e tiveram a marca Pimentinha em suas páginas. A Paula é tão meiga que para cada livro tinha suas próprias canetas coloridas para assiná-los: Rosa para A Estreia da Fani, Vermelho para Fani na Terra da Rainha, Azul para Fani e o roteiro inesperado, Roxo para Fani e o final feliz. Verde contempla Minha Vida Fora de Série, primeira temporada e uma caneta brilhante marca Apaixonada por Palavras.  Até os livros da biblioteca do colégio ganharam a marca da passagem da escritora! Bottons fofos de FMF e da Paula também foram distribuídos para a alegria da galerinha.


















Momentos antes de falar com os ansiosos adolescentes, os alunos do Social Júnior – alunos do infantil e fundamental I – receberam a presença da ilustre escritora. A galerinha mirim também perguntou e contemplou a ocasião.





E então, finalmente a criadora de Fani envolta por centenas de gritos de animação subiu ao palco. Alunos do ginásio ao ensino médio estavam a postos para ouvir atentamente o que a escritora tinha a dizer.  






Numa abertura preparada pela organização e executada pelos alunos do 2ª ano do ensino médio, Aonde quer que eu vá – Paralamas do Sucesso e Linda – No Voice soaram melodicamente. Mas as escolhas das músicas não foram ao acaso. Essas melodias marcaram a história de Leo e Fani, o casal da trama de Fazendo Meu Filme.






A Paula Pimenta começou falando um pouquinho de suas decisões profissionais; de seu passeio do curso de jornalismo à publicidade. Timidamente com sua blusa meiga de oncinha e sapatilha leve, ela confessou que sua paixão pela descrição e história foi decisiva nas suas mudanças de curso. Afinal, diante do curto e grosso relatos jornalísticos, suas palavras passeavam mais por um universo fofo em que a menina da matéria de assalto atravessava a rua com vestido amarelinho de bolinhas!






A Paula comentou também o quão difícil foi conseguir uma editora para seus primeiros trabalhos. Os “nãos” dados, as propostas que mais pareciam desvantagens. E como pouco a pouco, com a ajuda das pessoas próximas e de uma divulgação por meio daqueles que liam e gostavam, chegou onde está, encantando o público juvenil.





Depois de sua palestra literalmente show, foi aberto ao público fazer perguntas. A Paula respondeu sobre o Diário da Fani, sobre a possibilidade de fazer livros com tema mais adultos, a raça da Winnie e dicas de não desistir se você tem um sonho.


Atendendo a uma das perguntas, a Paula cantou a música que o Leo canta à Fani, Baby Baby, deixando o clima bem mais romântico e com ar de mágico.











Finalizando, a Paula Pimenta, distribuiu esmaltes da Fani e um CD do No Voice – banda mineira com destaque nos livros - para quem acertava suas perguntas. Qual é o e-mail do Leo? O nome dos cachorros da Priscila?  A data de aniversário de Leo e Fani? E o point da galera no 1ª livro? Vocês acertariam as perguntas? Eu queria o CD do No Voice, mas logo porque era ele a pergunta foi de Minha Vida Fora de Série, que ainda não li.


Após aplausos calorosos, mais autógrafos e fotos, a Paula infelizmente despediu-se. O Colégio Social sentiu-se muito feliz por tê-la em seu espaço.







A Paula Pimenta com seu jeito encantador e sua experiência, uniu o colégio em uma causa única, propagando a capacidade de nunca desistir de seus sonhos, correr atrás para que eles se realizem. A autora conquistou o gosto de sua plateia e fez prevalecer, por tempo indeterminado, o precioso gosto pela leitura. Embalados pelos seus melódicos acordes e palavras macias, o conhecimento chegou discreto e contagiou todos. Depois do marcante encontro, seus leitores saíram melhores, não somente por terem se realizado, mas também por terem agregado suficientes temperos para qualquer realidade ou ficção mais prazerosa.





-


Desculpem pelo texto ruim. Fiz às pressas, para não deixar passar. :)


2 comentários:

  1. Amei seu cantinho!!!
    Bjus

    http://blogluminoso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gente, como assim eu só fiquei sabendo hoje que a Paula Pimenta já esteve em Jequié - Bahia? :O
    Puxa vida, e olha que eu nem achei os livros dela na única livraria de Jequié pra comprá-los rs
    Nossa, queria ter ido, visto e ganhado mimos. Parabéns, foi bom ver esse post aqui :)

    ResponderExcluir